quinta-feira, 28 de junho de 2012

Homem Melancia

Desde muito novo tenho o hábito de ler. Ler muito e de tudo um pouco. Claro que com o andar do tempo, nos últimos anos correr, fui alterando os gostos e hábitos de leitura. Um dos que ainda conservo é o de ler crônicas que tratem sobre situações cotidianas ou sobre tentativas de interpretar/explicar as pessoas.
Habituei-me a ver, quanto à segunda linha, que normalmente nos deparamos com pessoas de determinado sexo traçando inúmeras análises sobre as de sexo oposto. Claro que tem todo o direito. Mas eu, que mal consigo me interpretar, não me atrevo a tanto. Então, só me cabe falar sobre o que acho que entendo um pouco. Algo parecido comigo. O Homem Melancia.

Parece uma figura estranha, não? Consegue imaginar um homem com aparência de melancia? Nem nas animações da PIXAR? Pois é, eu consigo.

Ele não é verde por fora e vermelho por dentro. Não é um colorado torcendo para o Palmeiras contra o Grêmio (aí teríamos milhares, ou milhões, da espécie). Não é um tipo de homem que parece existir somente numa época do ano.

Um homem melancia tem as características da fruta. Uma casca espessa, grossa mesma, mas um interior macio. Normalmente até adocicado. Mal comparando um homem melancia é um OGRO...tipo SHREK é claro.

A imagem é clara: aparentemente difícil de lidar, muito grande para sua geladeira, arrogantão (no caso da melancia pelo tamanho em relação às outras frutas), parecendo meio grosseirão e intransponível/inacessível com aquela casca que dá um ar de que nada vai lhe atingir.

Como uma melancia, se você tiver as ferramentas certas para transpor aquela casca dura, e, neste caso, nada de pensar num daqueles facões afiados para cortar melancia na varanda de casa na praia, será fácil aproveitar e, quem sabe, até gostar. Experimentar, degustar, saborear, aproveitar.

Claro que, nem sempre, ao chegar ao recheio daquele monstro (tá imaginando de novo um Homem Melancia?), encontramos o que se espera. Sem dúvida há variação no nível de doçura. Sempre haverá umas "sementes" para jogar fora. Às vezes haverá um interior meio aguado e sem gosto. Algumas partes que não são tão saborosas e macias quanto outras. Mas só se experimentando para saber.


E outra coisa. Você conhece alguma fruta que, só de olhar para ela, te dá certeza de que atenderá todas as suas expectativas? A mais delicada, a menor, a mais "bonitinha", também pode ser meio azeda. Pode não estar tão macia. Pode estar macia demais. Pode qualquer coisa. De novo, só experimentando para saber.


Ainda bem que há pessoas que gostam de melancias.









Nenhum comentário:

Postar um comentário